• RMCOM

Hélio Brasil e Deivid Prazeres entregam abaixo-assinado ao TJSC

Atendendo ao pedido de milhares de advogados de todas as regiões de Santa Catarina, o Tribunal de Justiça de SC resolveu manter o sistema de processos e-Proc em território catarinense, contrariando o Conselho Nacional de Justiça, que determinou a substituição pelo sistema PJe em Santa Catarina.


A decisão foi tomada durante a reunião extraordinária do Órgão Especial do TJSC realizada na noite de terça-feira (29/10).


O Tribunal de Justiça tem 10 dias para responder o CNJ e, para apoiar a resposta, os advogados Deivid Prazeres e Hélio Brasil iniciaram na última sexta-feira (25/10) um abaixo- assinado para mobilizar os colegas de todo o estado. O documento com mais de 3 mil assinaturas foi entregue na quarta-feira(30) ao presidente do Tribunal de Justiça de SC, Rodrigo Collaço.




Segundo o Núcleo de Comunicação Institucional do Tribunal, o sistema e-Proc está totalmente implantado e é o mais aprovado pelos operadores do direito e pelos cidadãos catarinenses, além de ser mais seguro e econômico.