• RMCOM

Revista Plural debate papel da psicologia no combate à pandemia

O Conselho Regional de Psicologia de Santa Catarina (CRP-12) lançou a nova versão de sua revista digital, a Plural.


A nova fase da Plural é voltada para artigos científicos, desenvolvidos pelas psicólogas(os) catarinenses, do qual a edição especial debate a atuação das profissionais de Psicologia frente ao Coronavírus.


Objetivo deste novo formato é o caráter técnico e científico, pautado na pluralidade e diversidade das(os) profissionais de Psicologia. O projeto é uma das ações do CRP-12 em prol da união da classe, que conta com 20 mil profissionais em Santa Catarina.


Com artigos baseados na assistência, a edição especial visa refletir e analisar a atuação das(os) profissionais no cenário de pandemia, de emergência, do qual os artigos relatam o trabalho no ambiente hospitalar baseado nas políticas públicas de forma ética e técnica. 

Para garantir as medidas de biossegurança, o atendimento remoto contou com a tecnologia de informação e comunicação.



A atuação da Psicologia vai além deste processo de assistência. “Toda a ação a uma pessoa que foi afetada direta ou indiretamente por este cenário de emergência envolve articulação das políticas públicas”, explica a editora-chefe, Dra. Roberta Borghetti Alves.


Além do atendimento às pessoas afetadas diretamente ou indiretamente pela pandemia, os artigos tratam do papel da Psicologia na assistência psicológica aos profissionais da defesa civil. “Pautada em ações de prevenção e minimização para que as equipes estejam preparadas para lidar com o cenário de emergência causado pela pandemia”, explica.


A editora-chefe aponta que, após a ocorrência da emergência, o trabalho psicológico continua com as estratégias voltadas para a reconstrução da vida. 


Para as próximas edições a revista Plural pretende dar continuidade à política de diversidade da produção científica em Psicologia, sendo um canal de incentivo e difusão de conhecimentos e boas práticas profissionais da área.  “Seja do ponto de vista teórico ou empírico, a revista salienta a qualidade e a relevância do trabalho das(os) psicólogas(os) na sociedade, além de ser útil à formação e atualização destes profissionais e também da comunidade em geral”, finaliza Dr. Roberto Moraes Cruz, um dos editores associados.